Sempre morei em casa. Quintal grande, árvores...E foi assim, que numa manhã de domingo, encontrei um anuncio da venda de lotes aqui na minha região. Eu já tinha olhado vários, mas nenhum me agradou. O corretor se prontificou a me levar no local e então fui, sem acreditar muito. Chegando, desci do carro, senti o vento daquele lugar e o encanto tomou conta de mim.Naquele momento eu soube que era ali que passaríamos o resto de nossas vidas...

quarta-feira, 29 de julho de 2009

O fim está cada vez mais próximo!

Não posso deixar de postar, pois caso isso ocorra, talvez o MST invada meu blog por considerá-lo improdutivo ou por não cumprir a funçaõ social!
Parece que me esqueci deste assunto aqui no blog, mas não é verdade. Mas como é que eu poderia levar minha vida tranquila como se nada estivesse acontecendo? O fato é que todos os dias um novo barraco aparece! Tanto os casebres toscos e miseráves ocupados por desordeiros de todas as espécies, como também os problemas que eles trazem com suas almas igualmente miseráveis.Parece que sou uma pessoa ruim quando me expresso desta maneira, mas sou uma expectadora diária de tudo que acontece nesta nova tentativa de estabelecimento de mais uma favela em BH. E não porque eu goste ou queira acompanhar tudo isso, mas porque sou obrigada a ver, já que me basta abrir a minha janela para me deparar com um enorme pardieiro.Todos os dias vejo: Homens sem o que fazer, fingindo que trabalham ao construirem aqueles barracos, ao roubarem água e luz, enfim, ao resolverem morar em terras que pertecem a outras pessoas como se aquilo fosse íntegro e normal. Mas o que vejo realmente? Um bando de gente burra que gasta seu pouco dinheiro de bolsa escola com madeirites e lonas,outros roubam,é claro, porque algumas pessoas tem dito a elas um monte de mentiras a respeito deste terreno. Como são pessoas sem instrução, jamais saberão o significado de “ massa de manobra” ou até mesmo o popular “ boi de piranha”! Mas eu não tenho sentimento de compaixão pelas mesmas, pois se não temos a instrução, temos a consciência que é a faculdade que todos nós temos para julgármos os próprios atos.
Tenho observado este movimento intitulado MST. E tem gente que ainda defende tal coisa! Acho que cada um tem suas convicções, mas quando as mesmas são a respeito de coisas que afetam o coletivo deveriam ser repensadas.Vejo também as lideranças desta catástrofe para a sociedade. Aqui em BH temos pessoas com Mestrado em Direito compondo o quadro efetivo da procuradoria Geral do Município, outros advogados e estudantes de direito e como se não bastasse, um frei da igreja católica. E isso é muito ruim, pois parece que toda a igreja apóia tal coisa. Eu não sou católica e ainda assim fiquei decepcionada com a igreja, pois respeito as outras religiões. Não sou dona da razão, mas vejo que quando a igreja não exorta esse povo, leva a fama que apóia, assim como no dia 20 de junho passado quando Dom Walmor Oliveira, arcebispo da arquidiocese de BH, veio fazer uma visita. Fiquei me perguntando quando vi aquilo: - Será que ninguém vai dizer a verdade a esse povo?
Bom, a boa notícia é que enfim a comunidade do entorno resolveu se levantar contra este absurdo! Também estávamos levando a fama de apoiá-los, pois essa era mais uma mentira espalhada pela liderança desta já fracassada invasão. Eu me sentia péssima com isso, pois sempre levantei minha voz, desde o início contra essa desfaçatez a ponto tentarem me intimidarem na rua! Ah, mas não ligo para esses medíocres!Outra coisa muito boa é a posição do Prefeito Márcio Lacerda e da prefeitura como um todo. A prefeitura só concorda em fornecer os ônibus para os mesmos saírem e reafirma que eles tem de ser despejados urgentemente, pois não haverá negociação com invasores. É isso aí prefeito!

- Sr. Prefeito. Escute isso: Não precisa nem dos ônibus, pois eles tem carros, motos e os próprios veículos do MST que vivem estacionados aqui na rua. A maioria também mora na rua de cima, na Vila Bispo de Maura! Dá para ir a pé!Não gaste o dinheiro da prefeitura com isso.Só precisamos de tratores derrumando logo todo esse lixo em forma de favela!


Ontem à noite mais um crime!
Jornal O Tempo
“Suspeito é agredido e jogado de barranco no acampamento Dandara28/07/2009 20h49
LARISSA NUNES
Um homem foi espancado e jogado de um barranco no acampamento de sem-teto Dandara, no Bairro Trevo, região da Pampulha, em Belo Horizonte.Segundo informações da Polícia Militar, durante uma briga familiar, uma mulher acusou, aos gritos, o marido de estuprar sua filha. Neste momento, várias pessoas que estavam no acampamento começaram a agredir o suspeito e o jogaram de um barranco.Bastante ferido, a vítima foi levada ao Hospital Pronto Socorro de Venda Nova.À Polícia, a mulher disse que o marido já foi preso por abusar sexualmente de sua filha, de oito anos, há alguns meses, mas que, nesta noite, fez a acusação no calor da discussão. A criança, de acordo com a PM, está bem e não apresenta sinais de abuso.O cunhado da vítima, um dos principais agressores, foi preso.”


Abaixo outra ocorrência no último domingo:
Portal do estado de Minas
“Militares da 15ª Companhia do 13º Batalhão da Polícia Militar prenderam no começo da tarde de domingo o foragido da Justiça Fábio Fernandes, de 50 anos, que estava escondido entre um grupo de sem-casas ( Ocupação Dandara ), na invasão de um terreno particular na Rua Horácio Terena Guimarães, no Bairro Céu Azul, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte
De acordo com o sargento Israel Sanches, durante ronda de rotina, uma pessoa informou que o foragido estava numa barraca e armado.“Começamos a checar entre os sem-casas e encontramos o suspeito na barraca de número 514. Ele nos apresentou um documento falso, com outro nome. Mas acabou confessando que era foragido e, depois de informar seu nome verdadeiro, constatamos que havia contra ele cinco mandados de prisão”, revelou Sanches.Entre os crimes de Fábio está o assalto a uma transportadora em 1999, quando a quadrilha levou R$ 1,3 milhão em dinheiro. Ele estava foragido da Penitenciária José Maria Alkmin, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. Com Fábio os policiais encontraram um revólver calibre 38, com cinco munições, além de outras três balas no bolso de uma blusa”

***

"Ocupação Dandara: Moradia, Dignidade e Trabalho"
Título dado a uma postagem feita no blog dos invasores no dia 11/04/2009. Mas na realidade , as nobres qualidades e objetivos citados acima não refletem a realidade que os moradores do entorno tem observado no local invadido. Muito pelo contrário!

***

Bom, estes são só alguns exemplos, afora a vadiagem que temos que conviver diariamente como pessoas subindo em nossos muros, pedintes no portão nos ameaçando como se fôssemos obrigados a dar esmolas, boletins de ocorrência, só eu tenho dois, e o medo que toma conta de todos!Mas agora com a comunidade do entorno, Garças, Trevo e Céu Azul se levantando a coisa vai mudar de figura!
Eles vivem gritando em suas reuniões: “ Dandara, Dandara, a casa sai na marra!”
Pois eu digo: Se não trabalharmos bastante e dermos duro na vida como gente honesta nada cai do céu. Principalmente casa! Bando de desocupados. Isso sim!

3 comentários:

Anônimo 29 de julho de 2009 14:10  

Muito bom, parabenizo-a pelo post, mais ainda, acrescento que as pessoas que moram no bairro estão todas com medo. Já não podemos mais sair de casa... todos queremos essas pessoas fora de nosso bairro.. fora com eles... e seus apoiadores pode ser igreja ou o escambau a quatro... se preciso me chamem...
Mischel Fernando

Thaís Oliviera 29 de julho de 2009 14:24  

Como tá triste olhar pra essa região. Imagino o medo que vocês estão sentindo. Não acho justo que pessoas trabalhadoras fiquem com medo de sair de suas casas porque os sem-cérebro resolveram invadir e amendrontar os moradores próximos. É nojento olhar a forma como eles têm vivido, principalmente vê-los esperar a casa cair do céu. É do trabalho de nossas mãos que comemos.
A única coisa que sei é que o fim dessa palhaçada está próximo.

.....Em Construção...♥ ♥ ♥ 29 de julho de 2009 14:30  

Estamos mesmo com medo, mas é urgente a necessidade da comunidade se manifestar. Fiquei mesmo sabendo que uma comissão de moradores foi recebida na última segunda-feira pela Prefeitura de BH e creio que temos todos que juntar nossas forças a fim de nos livrar desse descaramento que tem nos atormentado!

Tecnologia do Blogger.

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP