Sempre morei em casa. Quintal grande, árvores...E foi assim, que numa manhã de domingo, encontrei um anuncio da venda de lotes aqui na minha região. Eu já tinha olhado vários, mas nenhum me agradou. O corretor se prontificou a me levar no local e então fui, sem acreditar muito. Chegando, desci do carro, senti o vento daquele lugar e o encanto tomou conta de mim.Naquele momento eu soube que era ali que passaríamos o resto de nossas vidas...

domingo, 10 de maio de 2009

O sapato mágico...

Ontem eu acordei com um sentimento saudosista, me lembrando dos velhos tempos de escola. Da pré- escola para ser mais exata. Eu me lembrei de quando era comemorada a data mais importante para nós crianças que era o dia das mães. Eu me lembro claramente da movimentação com ensaios de pequenas peças teatrais e também o coral que sempre cantava músicas emocionantes. Até hoje meus olhos ficam molhados quando me vem na memória uma música que cantei quando tinha oito anos. A parte da qual me lembro dizia assim:

“...E de noite quando eu vou me deitar,
ela vai comigo me agasalhar.
Eu não sei o que seria,
Sem você eu não posso ficar.
Mamãe, mamãe, mamãe eu te amo!
Ninguém é mais linda do que minha mãe!”


Eu me lembro como se fosse hoje...Mas, durante a semana, afora os ensaios, a gente fazia “trabalhinhos” para presentear a nossas mães. Eram trabalhos de artes. Fazíamos colagens, pinturas, desenhos, pois cada dia daquela semana era feito um trabalho diferente para montar um álbum que daríamos a elas durante a festa. Mas eu gostava mesmo era do presente. Pois é, a gente confeccionava presentes e achávamos aquilo a coisa mais linda do mundo. Lembro-me de um sabonete que colei uma rosa recortada de um papel de presente e passei esmalte com glitter para brilhar. Filó e laço de cetim davam maior encanto a lembrança que para nós, crianças, era o mais lindo presente do mundo!- Ai que Vontade de ser criança de novo e fazer essas coisas encantadas!Pensei. E por que não? Porque para isso bastam pinceis, tintas, um coração cheio de amor e a vontade de ver alguém que amamos sorrir. Foi assim, de última hora, mas essa vontade me bateu e me arrebatou. Imediatamente fui até minhas caixas de bagunças e cores. Quando meu coração está assim, cheio de amor, abro aquelas caixas e de lá posso tirar qualquer coisa que vier a minha mente.Pensei no que gostaria de dar a minha mãe. Outro dia ela estava falando de sapatos e já que eu iria criar, que tal um sapato mágico? Já pensou um presente destes? Mãe nenhuma do mundo teria igual!Então, tirei algumas coisas da caixa e comecei a sonhar a respeito de um sapato que levasse minha mãe a qualquer canto desta terra apenas com um click dos seus dedos. Ou então, quando ela estivesse preocupada com algo difícil, era só ela calçar o tal sapato, fazer um pouco de silêncio e a paz chegaria como uma brisa que entra repentinamente pela janela. E quando ela tivesse vontade de comer salada de frutas com sorvete no meio da tarde ou pé-de-moleque sem ir para o fogão? Era só colocar o sapato nos pés e pronto!Quando a casa estivesse precisando de faxina é que ia ser o máximo! Imagino minha mãe calçando seu sapato, sentando-se na frente da tv e tudo se ajeitando... Eu queria colocar o mundo acontecendo dentro deste sapato número 36. Um sapato especial para alguém igualmente especial...Mas como seria a aparência de um sapato mágico? Colorido, penso. Tem muitas cores porque a vida gostosa deve ser pintada como numa aquarela...
Mãe, eu sei que, infelizmente, este sapato não existe, mas pode habitar no seu imaginário.Ele existe como uma brincadeira onde me permiti a voltar a ser criança para acreditar neste mundo mágico que eu tenho muitas saudades. Mas, você pode olhar para ele e então se lembrar de Deus. Ele sim pode nos levar a vários lugares incríveis quando oramos. Pode aliviar a aflição do nosso coração que muitas vezes está partido. Alimenta-nos e nos dá de beber da água da vida e não nos ajuda na faxina porque na realidade está nos preparando outro lugar, para que um dia, no dia certo, possamos ouvir Dele: -"Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." (Mat. 25:34)
Eu te desejo tudo de lindo neste mundo mãe! Só queria dizer que te amo e que você é um exemplo para minha vida e fui privilegiada em ter você como mãe. Palavras , mais uma vez, não serão suficientes para traduzir o que está dentro do meu coração. Só quero que saiba: Se eu pudesse te daria o mundo. Mas por enquanto, fique com um sapato mágico...
*****
Como fazer um sapato mágico
( Fotos de celular...aff...)
Você precisará de um sapato qualquer, que você goste para servir de molde.Embale todo ele com papel alumínio. Esse é o primeiro passo para confecção da forma, alem de servir de proteção para o objeto que você usará.



Depois, passe fita crepe por todo o objeto, de preferência umas duas camadas

Faça uma mistura de 1:1 de cola branca e cola caseira, que na realidade é o famoso "grude"

Comece a aplicar camadas de jornal picado por toda a superfície. Quanto mais camadas você aplicar melhor ficará. O pepel deve ser rasgado com a mão, pois assim facilitará a união das fibras.

Depois de bem seco, de preferência no outro dia, faça um corte na forma com um estilete e retire o objeto que usou de molde. Feche novamente usando pedaços de fita crepe e aplique novas camadas de jornal picado.

Deixe secar novamente. Eu gosto de aplicar uma camada de tinta branca para facilitar a pintura. Depois, é só usar a imaginação e colorir da forma que você gostar. Eu uso tinta plástica .

No decorrer da semana vou postar a foto do sapato pronto. É que entreguei para Miss Lucy e ainda não fotografei. E também, falei para ela só abrir meu simples presente depois que visitasse meu blog.

Beijos Miss... Te amo!!!!!

4 comentários:

Anônimo 10 de maio de 2009 15:23  

Olá Filha,
Quando vc não me faz rir de suas espiritualidades vc me faz chorar com suas palavras carinhosas, que eu sinto, carregadas de amor.Vc é muito linda e eu amo vc de montão. Adorei isso que posso chamar de uma cronica. Muito obrigada por tudo e que Deus possa lhe retribuir todo êsse carinho,
Beijos !!!!!!!!!!!!!!!!!
Lady

Anônimo 13 de maio de 2009 08:15  

Amo suas estórias!
Acho que vc deveria escrever um livro! Já pensou em crias um romance? Quem sabe sua estória de amor,para um público jovem de internet, acho que venderia legal!
Muitos beijos para você amiga talentosa!
Ju

Etiene Oliveira 13 de maio de 2009 08:43  

Ah...Vocês são todas suspeitas para ficarem me elogiando tanto!
Bom, de toda forma, escrevo só o que está realmente dentro do meu coração e acho que é por isso que vocês gostam!
Muito obrigada pelo carinho gente!
Beijos..

Unknown 17 de março de 2013 11:34  

Nossa, lembro dessa música. Eu amei esta fase.

Tecnologia do Blogger.

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP