Sempre morei em casa. Quintal grande, árvores...E foi assim, que numa manhã de domingo, encontrei um anuncio da venda de lotes aqui na minha região. Eu já tinha olhado vários, mas nenhum me agradou. O corretor se prontificou a me levar no local e então fui, sem acreditar muito. Chegando, desci do carro, senti o vento daquele lugar e o encanto tomou conta de mim.Naquele momento eu soube que era ali que passaríamos o resto de nossas vidas...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Vivendo, sofrendo e ... Aprendendo!



Tudo nesta vida, por mais doloroso que seja, nos serve para algo.
Ultimamente tenho alimentado um sonho de criar aves ornamentais, mais especificadamente galinhas miniaturas. Já falei delas aqui anteriormente.
Como já disse, antes, adquiri um casal de Belgian D´Uccle White. Aves graciosas, bonitas e que enfeitam qualquer quintal. Sonho em ter muitas delas!
Em setembro passado, nasceram meus primeiros pintinhos. Foram os 21 dias de mais ansiedade na minha vida nestes últimos tempos! Eu queria ver logo as carinhas. Pois bem, a Dona Hera, nome da galinha, esposa de Zeus, quando seus filhotes estavam com apenas dois meses, começou a botar novamente e para minha surpresa, botava, botava e nada de ficar choca. Separei então os pintinhos para que a estimulasse a querer mais filhotes. Ela botou no total 28 ovos e ficou choca cerca de 10 dias depois e ficar sem os filhos. Começou a chocar na semana passada. Só coloquei 12 ovos. Então, fiz logo um desenho com a data do nascimento dos pequeninos e colei na geladeira para eu olhar todos os dias e ficar feliz!

Bom, tudo estava indo as mil maravilhas até que acordei hoje as 04 horas da manhã com a galinha andando e cacarejando muito! estranhei, pois ela não gosta de sair do ninho e era muito cedo ainda. pela manhã, por volta das 7, percebi que ela não estava bem. Notei-a fraca, inapetente. Muito estranha mesmo. Não voltou mais para o ninho. Resolvi agir rápido para salvá-la. Pensei se tratar de alguma infecção ou algo assim. Mas sempre tenho remédios em casa. Resolvi trocá-la de lugar e separá-la da família. Cerquei um local bem quentinho embaixo da casa, bem protegido. Forrei tudo com jornal e levei-a com o ninho. Nesta hora ela tinha voltado. Peguei-a no colo para administrar o antibiótico e foi nessa hora que tomei um grande susto! Nunca tinha visto aquilo: Piolhos e mais piolhos minúsculos andando por todas as penas e já subindo em meus braços. A quantidade era absurda. Engraçado que na sexta -feira passada, mexi no ninho e nela também e não havia nada. Hoje, cinco dias depois, apareceram como mágica. Uma verdadeira praga! Era aquilo que estava acabando com ela. De tão desesperada, ela saiu do ninho e se enfiou no barro. Ficou imunda. Creio que foi na tentativa de se aliviar dos parasitas. Imediatamente, usei um talco próprio que já tenho a mão e pulverizei tanto o ninho quanto a galinha. Para meu alívio, em meia hora ela já estava totalmente liberta dos pequeno parasitas. O engraçado é, que como sei que isso acontece, pulverizei o ninho antes da choca. Mas não foi o suficiente. O tempo úmido, aliado a temperatura quente do ninho foram como uma bomba para o aparecimento das pragas. Isso se deve também as rolinhas que não dão sossego aqui. Apesar de achá-las lindas, tenho muitos problemas com as mesmas. Elas trazem muitas doenças e piolhos às aves domésticas.
Bom, mas nem estando bem, Hera não quer mais chocar os ovos. Abandonou o ninho! O que posso fazer, né? Pelo menos consegui salvá-la e isso é o mais importante.

Mamãe Hera descansando do sufoco e seu ninho abandonado
12 Ovos perdidos!


Os outros filhos de Zeus e Hera estão bem. No próximo dia 10 vão completar 4 meses. Agora que cresceram, sei que tenho um galinho e 3 franguinhas. São uma bonita família. Os nomes que escolhi são: Apolo ( que na mitologia é filho de Zeus), Flora, Ágata e Violeta. Já são estilosos como os pais.

Aqui estão meus pequeninos hoje e a comparação com fotos da primeira semana de vida!

Bom, percebo que tenho um longo caminho para percorrer até me tornar uma expert em mini galinhas. Tudo requer muito cuidado, muita prevenção e atitudes acertadas no manejo. Os erros que cometi , não se repetirão. Na realidade, todos os ovos perdidos e o desgaste da minha galinha são exclusivamente minha culpa. Eu sou a pessoa responsável por meus animais e sou eu quem tenho que pensar e agir! Por isso me sinto mal neste dia de hoje.
Mas na vida tudo é aprendizado e sei que, se Deus me permitir, ainda terei até outras raças de galinhas e muito e pequeninos pintinhos em minha vida!

Bom, para terminar, faço minhas as palavras de Juh Vieira

"Eu prezo o mar,eu amo as estrelas e adoro o céu,tenho grande afeto por animais e crianças,tenho um carinho enorme por plantas e um grande apreço pela terra. Apenas isso me deixa feliz,completa. Não preciso de tanto do que se procura, não me preucupo com o dinheiro que tiro do mês, isso não me manterá por muito tempo, o que me mantêm é o meu pensamento positivo e a força que tenho pra correr atrás do que eu quero. É isso que me importa."

Abraço a todos!


15/12/2011

Oi gente. Volto para contar o que aconteceu depois desta situação toda. Hera no final da tarde, depois de doze horas fora do ninho, voltou a chocar!
Eu pensei seriamente em jogar todos os ovos fora para que a galinha não ficasse estressada. Imaginei que 21 dias chocando a troco de nada seria muito desgastante para a mesma. Bom, mas antes, consultei dois amigos vizinhos que me aconselharam a deixá-la chocar. Então, antes de agir pelo impulso, deixei-a no ninho e caí na internet em busca de um relato a respeito. Nada! Mandei alguns e-mails para criadores que encontrei também na internet, mas ninguém me respondeu! Com isso o tempo passou e fiquei realmente com muito pesar em arrancá-la do ninho e jogar os ovos fora. Decidi deixar, mas sem alimentar expectativas com relação a essa choca.
Os pintinhos deveriam nascer dia 14/12, como disse acima, e neste dia o previsto aconteceu, pois não nasceram pintinhos. Mas meu dia foi atarefado e acabei deixando-a lá. No fundo eu estava triste de pensar em todos os ovos gorados e a frustração que ela sentiria.
Bom, no dia seguinte, desci embaixo da casa, por volta de umas 10 horas e nem acreditei quando ouvi um piado baixinho. Pois é, dei de cara com um pintinho embaixo das asas da mamãe orgulhosa. Quase tive um troço de alegria e fui logo contar minha mãe que foi minha companheira em suposições nestes últimos dias. Já fiquei feliz por aquele pequenino e na minha opinião já bastava. Já era um prêmio! Mas o que eu não contava era que dos doze ovos que eu quase joguei no lixo, nasceriam nada mais nada menos que oito, isso mesmo, oito pintinhos!
Bom, mais uma vez a natureza me surpreendeu e me ensinou! Talvez isso não seja mistério para quem já tenha costume com galinhas, mas eu tenho aprendido na prática. na minha cabeça, ovos abandonados por doze horas até ficarem gelados , com certeza os embriões não resistiriam. mas nasceram saudáveis e espertos! Erros e acertos. A vida é assim mesmo!

Aqui está Hera, muito suja por ter rolado no barro tentando se livrar dos piolhos, dos quais contei acima, e seus oito e lindos pintinhos! Gente, não estou me aguentando!
Obrigada Senhor. A natureza que Tu criaste é perfeita e eu aprendo com ela todos os dias!


" Até a cegonha do céu conhece os seus tempos determinados; e a rola, e o grou e a andorinha observam o tempo de sua arribação; mas o meu povo não conhece o juízo do senhor"
Jr 8: 7

6 comentários:

gintoino 14 de dezembro de 2011 09:14  

Olá, obrigado pela visita!
Tb tive o mesmo problema com as minhas galinhas este verão, mas no meu caso foram os pintainhos os afectados, acabando por morrer. Que pó é esse que usa para as pulverizar?
Eu depois disso passei a pulverizar o galinheiro com uma calda insecticida algumas vezes por ano. espero q no próximo ano não volte a acontecer...

Etiene Oliveira 14 de dezembro de 2011 10:30  

Então, amigo, os pintinhos deveriam nascer hoje, mas acho que não vai dar certo. Vou esperar até manhã e caso os ovos não eclodam, vou descartá-los. Depois te conto o resultado.
Bom o que uso como remédio é um talco chamado TalfonTop. Não sei e vende aí em Portugal, mas aqui é muito barato. É eficiente demais e depois de aplicar, rapidamente a galinha e o ninho ficaram livres das pragas. Mas sou inexperiente ainda e por isso não pulverizei com a quantidade adequada antes da choca, evitando assim o surto.
Que pena que sus pintainhos morreram. Os piolhos sugam muito as aves e elas não resistem mesmo!
Quero dizer mais uma vez, que seu blog é maravilhosos e me inspira muito. Já indiquei para várias pessoas e hoje, compartilhei um link no Facebook.
Grande abraço amigo!

Etiene Oliveira 18 de dezembro de 2011 13:36  

Nasceram! Nasceram!!!♥

gintoino 19 de dezembro de 2011 16:44  

olha que bom! Espero que este ano que vem as minhas consigam ter pintainhos também :)

Histórias de uma Contadora 26 de dezembro de 2011 19:51  

Etty você escreve com muita emoção.
Uma delícia ler... Bjs, Nice.

Etiene Oliveira 29 de dezembro de 2011 08:55  

Nice, obrigada pelo seu elogio. Beijos...

Tecnologia do Blogger.

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP