Sempre morei em casa. Quintal grande, árvores...E foi assim, que numa manhã de domingo, encontrei um anuncio da venda de lotes aqui na minha região. Eu já tinha olhado vários, mas nenhum me agradou. O corretor se prontificou a me levar no local e então fui, sem acreditar muito. Chegando, desci do carro, senti o vento daquele lugar e o encanto tomou conta de mim.Naquele momento eu soube que era ali que passaríamos o resto de nossas vidas...

domingo, 18 de maio de 2008

COMEÇOU!!!!

Oi gente!
Como sempre demorei a postar, né? Eu estava muito injuriada, pois tive que esperar o pedreiro por mais de dois meses. Mas o que eu podia fazer? Confio muito nele e não poderia entregar minha obra para qualquer um.
Bom, a boa notícia é que a obra finalmente começou. Começamos pelo muro. Que caro viu gente? Mas não vou me abalar, pois “sem fé é impossível agradar a Deus.” Tenho visto que ele está comigo. Deus tem usado pessoas para me abençoar e então estou conseguindo preços melhores nos materiais.
Não deixo de sentir medo, mas percebo que não posso me abalar. Hoje, na Bíblia, li algo que me tocou muito. Foi no livro de Tiago. Fala que quando pedimos, devemos pedir sem duvidar, pois a pessoa que duvida é igual a onda do mar, levada e agitada pelo vento. Fala ainda que, não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa. Por mais que seja uma loucura tenho muita fé que vou terminar minha casa. As vezes ouço coisas que me desanimam... Esses dias o cara da madeireira me disse que se eu ficar esperando de Deus e não desse um jeito de trabalhar muito e ia ver o que aconteceria! Cada um com sua fé, mas ele que me desculpe, mas por mais que eu trabalhe e estude ou seja bem sucedida na vida, Deus sempre virá primeiro. Porque de uma coisa eu tenho certeza: Tudo isso vai passar. Toda intelectualidade, todas as minhas conquistas materiais, tudo, mas tudo mesmo que eu fizer para agradar meu coração nesta terra. Sabe, esta casinha que tenho sonhado tanto em construir vai passar também. Nenhuma das minhas conquistas humanas estarão comigo no dia em que estiver diante de Deus. Nada! Tem quinze anos que sirvo a Deus e nunca me arrependi...
Estou filosofando hoje, né? Mas é que Ele tem um lugar mais que especial na minha vida.
Abaixo, fotos do início da obra.
Beijo a todos!

1 comentários:

Helenice 21 de maio de 2008 08:40  

Etty, lindo o que você escreveu sobre a efemeridade a vida e dos bens materiais.
Quanto ao comentário do senhor da madeireira - foi infeliz, ele não soube se espressar. Nós temos que pedir o discernimento ao Espírito Santo, pois atras de certos comentários pode se esconder um coração frágil ou magoado.Nice.

Tecnologia do Blogger.

  © Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP